• Black Instagram Icon

© 2017 by Luísa Peleja. Criado com amor por Bruna Zanella.

CONTATO:

LUÍSA PELEJA:

TEXTOS

28 May 2019

Querida amiga,

Entenda, você não precisa agradar todo mundo. Quantas vezes você já abriu mão das suas vontades e da própria felicidade em prol do outro? Valeu a pena? Felicidade não é isso que você sente por alguns minutos ao fazer outra pessoa feliz e logo depois te angustia. A real felicidade é causada e se faz permanente na mesma intensidade que faz o outro também. A sensação é de preenchimento não é de vazio. Estamos nessa vida para trocar, não para servir. E para trocar é preciso ter. É impossível dar aquilo que nos falta. Por isso reforço, é ok não estar disponível 24hrs por dia. É ok se ausentar caso alguma coisa lhe cause dor. Ausência nem sempre é sinal de desamor. É autocuidado e carinho com você e com o próximo. Se colocar em primeiro lugar não é egoísmo. É uma forma mais inteligente de amar.

Priorizar os desejos e necessidades de quem amamos faz sentido, mas não podemos deixar que esse amor nos impeça de amar a nós mesmos.  Se colocar como prioridade  significa dize...

20 May 2019

Querida Amiga,

Há tempos eu queria te escrever essa carta. Há tempos eu queria dizer em como estou feliz por você. Histórias de amor só tem graça porque cada uma é única e que bom que você, mais do que ninguém, acreditou nisso para não desistir. Ou melhor, para insistir até onde dava.... e que bom que deu. Esse “final feliz” poderia ter acontecido antes? Ter sido menos doido? Mais prático? Direto? Poderia. Mas, neste caso, não seria o seu. Só você sabe os seus limites. 

Lembro das nossas conversas, das horas ao telefone e de todos os meus conselhos que no final sempre dizia: “mas respeita o seu coração”. Eu me doía por dentro, sentia raiva, queria resolver por você, mas me lembrava de que cada uma tem a sua história. E tudo bem.

Tudo bem também tudo isso que eu senti ao acompanhar de perto esse romance de altos e baixos e de muitas expectativas (que mania você tem de cria-las!). Quando a gente ama uma pessoa, desejamos, com muita força, tomar o lugar dela para que alguns sofrimentos fosse...

20 May 2019

Escrever para confortar os corações que ficam ou se despedir de alguém que sabemos que não vamos mais encontrar nunca foi e nem vai ser tarefa fácil. As palavras vêm acompanhadas de lágrimas, dor no peito e certo torpor. Com elas, a vontade de que a distância que existe agora fosse substituída por aquele nosso abraço. Às vezes a vida até nos prepara, mas preparados para um último adeus ninguém nunca vai estar. O vazio dói, corrói, falta alguma coisa...Falta você. O que nos conforta é pensar que os dias que ainda não conseguimos imaginar sem a sua presença serão preenchidos com as lembranças construídas pelo que você deixou e fez florescer dentro de cada coração que teve o privilégio de te acompanhar. Que saudade. Quanta saudade. 

14 May 2019

Nem tanto ao céu e nem tanto a terra. Começo esse texto assim, pois não gosto de extremos, apesar de o assunto em pauta tratar de um. O minimalismo é um movimento cuja principal premissa é se livrar do excesso. Desafiador, não é mesmo? Em um momento saturado de informação e estímulos vindo de todos os lados, saber o que é realmente necessário e resistir ao desejo de tanta coisa disponível parece uma realidade muito distante. Para a maioria ainda é, mas para alguns, não. 
Ninguém adere ao minimalismo por imposição. Não adianta tentar convencer ninguém. A consciência precisa ser despertada. É uma busca. Está ligada ao autoconhecimento. Saber diferenciar o que você quer do que você precisa. Simplificar, pausar. Organizar a desordem interna e externa causada por esse bombardeio de informações e provocações que nos instigam a ter algo para preencher espaços em nossas vidas e casas que não serão utilizados. Preencher com o quê mesmo? Nesse sentido, o minimalismo é o despertar da consciência...

3 May 2019

O primeiro amor é aquela pessoa que vai deixar marcas sobre a vida inteira e ter um papel essencial na forma como você irá se relacionar com o mundo. O primeiro amor sempre será o dono do abraço mais apertado, do colo mais seguro e do carinho mais gostoso. O primeiro amor é aquela pessoa que gosta-se mais, mas quem será o responsável por te ensinar a gostar dos outros de uma forma ainda melhor e sem esquecer de se colocar em primeiro lugar. O primeiro amor é quem vai te fazer mais forte e corajosa e jamais, independente de quem chegar para dividir o seu coração, perderá o seu posto e lugar. 

Love love love, Lu. 

16 Apr 2019

Não há um dia da minha vida em que não veja em portais de notícias, Instagram, LinkedIn ou Facebook algo que envolva assuntos feministas. Fico feliz e orgulhosa de ler e participar desse fervor de homens e mulheres contribuindo pela igualdade de gênero, pela diminuição da taxa de feminícidos e de assédios. Mais do que isso, adoro assistir e fazer parte dessa corrente de mulheres que lutam em prol uma das outras, dando de alguma forma, suporte moral e emocional a todas que já sofreram ou foram lesadas. Toda luta marca um período importante dessa história que teve início há décadas e que temos dado continuidade em busca de uma igualdade que há de chegar para nós em todos os âmbitos. Como toda e qualquer luta, cada pessoa utiliza de suas armas e toma a frente daquilo que mais se habilita. Tudo é legítimo e posto. Quem sou eu para julgar. Admiro, me orgulho, mas peço licença para dizer que a severidade de algumas bandeiras e colocações me assusta. Queremos igualdade, mas devemos lembrar qu...

16 Apr 2019


Lembro bem quando ganhei o primeiro salário de estagiária. Eram seiscentos reais e na época ainda morava na casa dos meus pais, sem precisar pagar as contas e podia direcionar todo o meu dinheiro para as minhas “brusinhas”. Lembro, também, de quando viajava e esperava a hora das compras como a “melhor parte do dia"! Lembro que olhava para armário lotado, mas enxergava um certo vazio. Lembro de viver assim por um tempo e tudo bem. 
Lembro também que olhava para minhas sete portas de armário, 40 pares de óculos, mais de 50 de sapatos, e que aquilo não fazia mais sentido pra mim. Veio a ideia do bazar, de fazer a energia girar e doar. Lembro que a primeira experiência veio junto com uma dor, pois foi difícil me desfazer de certas coisas. Apego! Falsas crenças de que um dia eu iria usa-las ou de que eu poderia precisar de alguma delas. Para o quê mesmo??? Até hoje eu não sei... Lembro quando, no segundo bazar, realizei que a “dor” do apego foi substituída pelo prazer de ver alguém dando u...

16 Apr 2019

Tire o foco do que te deprecia e dê atenção ao que te faz brilhar! Ria de si, não leve tudo tão a sério.

Love love love, Lu. 

16 Apr 2019

Toda forma de exposição não requer coragem, requer entendimento de quem somos e para quem somos. Quando entendemos quem somos e que antes de agradar a qualquer pessoa é preciso agradar a si mesmo e orgulhar-se disso, não é preciso coragem, é preciso apenas SER.

Love love love, Lu. 

16 Apr 2019

Quando você descobre o seu propósito caminhar na direção dos seus objetivos é mais fácil. A partir daí, dizer "não" já soa leve e não carrega nenhuma culpa e todas as ações acabam fazendo parte da construção do seu legado, da sua história. 
Encontre o seu propósito, mas não se desespere com o tempo. Não é possível achá-lo por aí, ele vem de dentro. No seu tempo. Aproveite o caminho, pois é ao longo dele que a gente mais se conhece também. 

Love love love, Lu. 

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Arquivo
Please reload